quinta-feira, dezembro 02, 2010

O amor sabe...



onde está o meu desejo de me perder
em ti
em nós

onde está a melodia perdida
algures no aroma de um rio
em mim
em nós

Eu perdi o rasto que traçámos algures
numa floresta enebriante de cor e perfumes

Espero um novo dia
que se adia
que não chega nunca
naquele comboio em que partiste.

Se te dissesse que as lágrimas do adeus irrompem
mesmo quando as minhas melodias as interompem.

A salvação é uma viagem
e eu
eu não posso comprar a passagem.

2 Comentários:

Blogger Sutra disse...

Já deixaste de escrever assim? Ou apenas deixaste de publicar? :-)

Bj doce

4:11 da tarde  
Blogger Ant disse...

Tem dias. Mas gosto. Já há muito que não vinhas comentar...
Bj

4:29 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial