segunda-feira, maio 05, 2008

Desmontável…














Este pedaço de coração que já não me pertence
Esta matéria que desconserto aos poucos

Liberto-me da paz, invento ódios
Porque poderosos

Irreconhecível a dor
Insubstituível o torpor
Porque indiferente
De tão ausente

Do barro me aparto
E parto
E parto
Desmonto-me

Reparto a luta
Ansioso duelo
Tão belo
Tão trágico.

3 Comentários:

Blogger Marta disse...

Depois a reconciliação....
Com o coração em si....
Depois com o resto...
Belo desabafo...e brilhante texto como "toujours".
Beijos e abraços
Marta

10:40 da manhã  
Blogger as velas ardem ate ao fim disse...

Gostei imenso da imagem do barro.

Adorei.

bjo

2:30 da tarde  
Blogger isabel mendes ferreira disse...

belo e trágico....

.


trágico e belíssimo.


.


beijo-te.

4:20 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial