quarta-feira, fevereiro 06, 2008

Canto-te...
















As canções têm
dono
destino

As palavras
que sempre te direi
já não são só minhas
são tuas
nossas
como a saliva
que consumimos
no prazer
de estarmos juntos.


(Foto: Elaine Lierly-Jones)

6 Comentários:

Blogger Marta disse...

E tudo se transforma e renasce...
Lindo...
Gostei muito...
Beijos e abraços
Marta

9:06 da tarde  
Blogger isabel mendes ferreira disse...

mas as tuas palavras...
são de guardar.


como musgo. dentro do tempo.



beijo Ant.


bebi por ti.:) sim!

10:19 da tarde  
Blogger herético disse...

palavras partilhadas com mistura das salivas. excelente

abraços

6:45 da tarde  
Blogger as velas ardem ate ao fim disse...

Gostei muito deste sentir.Palavras que colam à pele como o amor.

Parabens Ant!

bjo

8:58 da tarde  
Blogger As Sombras de Fim do Dia disse...

São as palavras que os corpos sussuram, murmuram e gritam que se colam à pele, numa suave caricia, numa ternura apaixonada de um beijo.

ADOREI!

12:34 da tarde  
Blogger Mónica disse...

E porque no silêncio das palavras encontramos muito de tudo o que queremos dizer e ouvir...

è sempre um prazer...

1:32 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial