quinta-feira, setembro 27, 2007

Retardo este encontro…

Olho-a daqui, de longe com o habitual sentimento dicotómico de amor-ódio.
Olha-a e desprezo-a, ao mesmo tempo que me atrai.
Evito-a e deixo-me levar pela sua languidez, como se pouco houvesse a fazer senão ceder-lhe e abraçar o seu feitiço, como se fugir-lhe fosse o último gesto, a última regra a quebrar.

Miro-a. Admiro-lhe a pose sólida, o calor, a calma.
Mas ao mesmo tempo odeio-lhe essa robustez e a inevitabilidade da lhe pertencer a cada noite.
Retardo os encontros, o toque.

Evito esfregar-me neste corpo que me adia cada hora.

A inevitabilidade deste momento que adio vence-me, no entanto.
Enrosco-me rendido neste corpo que escolhi para repousar e adormeço, enfim.
Até mais logo vida… todos temos que apagar a luz de quando em vez.
Para mais tarde retomar as batalhas que nos obrigam a voltar sempre a este leito.


________________________















...

Huuummmm...

que sono caraças...
...

22 Comentários:

Blogger _aifos_ disse...

Quase sempre esse momento, de luz apagada, vale pela intensidade e pela paz.

11:41 da tarde  
Blogger MARTA disse...

Por vezes, os fantasmas aparecem sem convite e estranham momentos que deviam ser de paz...
Interessante o teu post - escrita forte, ponderada...
Gostei..
Beijos e abraços
Marta

1:56 da tarde  
Blogger Teresa Durães disse...

olha que dormir é bom! (digo eu, que gosto!!)

abraçar a almofada - sempre a mesma que sou esquisita.

o problema é quando o estúpido sono desaparece e as horas passam por cima de nós

6:38 da tarde  
Blogger hora tardia disse...

gosto do contraponto final...:))))

___________________
mas mais do encontro/desencontro assim dualmente escrito.


bem. como sempre.
:))))

bons sonhos...
A.


___________________


beijo.


/piano.

11:25 da tarde  
Blogger legivel disse...

... a cama
que me chama
para reacender o fogo
por momentos apagado
às guerras do porvir.

a cama
que me chama
é tarde, vou dormir.

9:30 da manhã  
Blogger isabel mendes ferreira disse...

não....não é verdade...


____________

"montanhas" de gente por aí a escrever. Bem. muito bem....

_______________e tu sabes que sim...

(mimas-me.)

:))))

bom diaaaaaaaaaaaa!

10:32 da manhã  
Blogger herético disse...

um texto excelente.

voltamos sempre "crença natural" na tourada da vida!

abraços

12:37 da tarde  
Blogger isabel mendes ferreira disse...

_____________________
_____________________.



espero que nada. hermético. porque se sim. de nada vale.


________________________beijo.Te.

9:37 da tarde  
Blogger Teresa Durães disse...

"quando eu morrer
batam em latas..."

(caramba, tanto medo da morte porquê?)

12:02 da manhã  
Blogger Teresa Durães disse...

(vai um tango?)

12:43 da manhã  
Blogger Jotabê disse...

Aguças-nos a imaginação, transportas-nos para a dimensão dos sonhos, os acordados, e depois trespassas-nos com um florete afilado que nos adormece.
Porra, eu ia tão lançado…….chiça!

:(

Aquele abraço

:)

11:58 da manhã  
Blogger K471 disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

2:18 da tarde  
Blogger Ant disse...

ó bacanos vamos lá a ter tento nas unhas que ordinarice aqui é que não.
Isto é um lugar de gente educada, ora essa.

7:19 da tarde  
Blogger blackangel disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

7:29 da tarde  
Blogger bilhete de identidade disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

8:43 da tarde  
Blogger Chahy disse...

O encontro desejado e ansiado com a nossa almofada, edredon e pijama é a busca do instante de paz, enquanto fechamos os olhos, e largamos o espirito, solto por entre as nuvens, em busca das estrelas... para podermos acordar, mais um dia, renovados

9:29 da manhã  
Blogger Jotabê disse...

andas em limpezas?

:)

10:40 da manhã  
Blogger Trintapermanente disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

4:27 da tarde  
Blogger Ant disse...

Trintapermanente, peço desculpa se apaguei o comentário porque não era minha intenção.
Pareceu-me, aliás, que já estava apagado.
Parece que foi lapso, no meio da confusão.
Como é óbvio tive que fazer uma limpeza a algumas coisas sem nexo e fora de contexto.
Não é hábito nem gosto de o fazer, mas pela segunda vez em dois anos teve que ser.

Obrigado pela presença e insistêcia.
Ahe seja pois trinta e mai nada :))

5:03 da tarde  
Blogger Trintapermanente disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

1:58 da manhã  
Blogger Ant disse...

O que me chateia é o tratamento por você. Excessiva a apresentação do currículo.
E não, não havia lugar a explicação, digo eu...

10:13 da manhã  
Blogger Zensasões na Malveira disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

3:04 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial