quinta-feira, setembro 06, 2007

Da impotência...














Vergo-me à impotência e à inutilidade
Olho à volta e vejo o turbilhão,
Encontro-me com a multidão,
Massa uniforme, sem vontade.
Deito-me cansado
Dos olhares delatores,
Das mazelas, das dores,
De discretos brados.

Queria que os reis,
Imortais, enquanto grandes,
Me dessem das suas leis
Apenas a serenidade.
E, enquanto me escondo,
Imerso em águas cálidas
Apenas querendo, apenas supondo,
Aumentam as folhas caídas.

Chegou o dia
De acordar o alento,
De sacudir a apatia,
De conspirar com o vento.
Os fracos não têm história,
Nem favores, nem glória.
Sufocam devagar
O desejo de acordar.

(Foto: Armindo Dias)

11 Comentários:

Blogger Tere disse...

Ai o catano.... mas fraco sufocam o bento e o camandro.... sufocam é nada!!! Anda lá respirar um arzinho bom de inicio de outono (hahahaha) e acorda para te olhares no espelho e sorrires...só... sorrires muito... BJokas gorditas

5:23 da tarde  
Blogger Teresa Durães disse...

hum... teria gostado se não fosse 'aquela coisa' dos reis imortais. Passo a vida a malhar nas dinastias e vem-me este glorificá-los. e é verdade, elas agora também lutam por isso põe-te em guarda que pratiquei esgrima eheheheh

12:58 da tarde  
Blogger MARTA disse...

Sacudir a poeira, a ferrugem e voltar a andar...
Lindo, Ant - um regresso em grande...
Obrigada pela visita e um xi muito apertado

Marta

1:54 da tarde  
Blogger _aifos_ disse...

Serenidade...
O que anseias e peço,
o que sinto nestaagradável leitura!

bj

10:48 da manhã  
Blogger Peter disse...

"Encontro-me com a multidão,
Massa uniforme, sem vontade."

Tens razão meu caro e nós somos engolidos por ela e alnhamos...

11:39 da tarde  
Blogger Jotabê disse...

quase me sinto impotente em comentar este teu regresso

grato pelo regresso pelo menos

aquele abraço amigo

7:15 da tarde  
Blogger Magnolia disse...

Chegará sempre o dia, em que se faz madrugada na alma.

9:58 da tarde  
Blogger Teresa Durães disse...

(pronto, os reis ficaram, mas deixo-te um beijo de boa semana)

6:42 da tarde  
Blogger herético disse...

a questão está aí: no vergar!...
e quem não "murcha", de vez em quando?!...

saúdo, portanto, o "acordar".

abraços

7:14 da tarde  
Blogger Teresa Durães disse...

antes dos Reis, os chefes das Tribos :) Daí o meu comentário.
beijos

5:45 da tarde  
Blogger as velas ardem ate ao fim disse...

Bom dia!

bjinhos

11:49 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial