domingo, outubro 29, 2006

Only people…

… Just like home.




Just a little bit crazy…


E assim deixei-te entrar
Porta
adentro
No repentino instante
No limite do olhar
Sempre desperto
Nunca ausente.








(Fotos: Ant)

19 Comentários:

Blogger Teresa Durães disse...

deixa lá ver se entendo o que tem a ver London com Alentejo ou terra near...bom dia!

11:31 da manhã  
Blogger Tere disse...

Nunca feches as portas... deixa que entre!!! nao te excluas do bem que a vida te traz... Beijos na alma

3:53 da tarde  
Blogger MARTA disse...

Ausente??? Nunca - estás sempre presente....
Até à volta, Ant.
Beijos e abraços
Marta

8:08 da tarde  
Blogger as velas ardem ate ao fim disse...

Londres...
Alentejo...
Todos iguais,todos diferentes...
adoro os dois locais.

Fica bem.

9:17 da tarde  
Blogger Jotabê disse...

É uma onda diferente da que estamos habituados, essa malta anda um nadinha mais rápido. E temos também aí um belo chaparro inglês. Dá um beijinho à Téte.
Abraço amigo e aproveita.

10:46 da tarde  
Blogger Estranha pessoa esta disse...

Entre a multidão e a solidão.
Entre o repentino e o olhar.
Entre o desperto e o ausente.

11:33 da tarde  
Anonymous nancy moises disse...

Eii passando pra conhecer seu blog, e me encantei, estou fuçando todo por aqui.(rs)
Deve ser muito diferente morar em um país tão longe de nossa terrinha , costumes tudo diferente ne, tenho muita curiosidade.
Ofereço a vc o award Blog perola da net do lua em poemas com muito carinho e convido a participar de meus destaques.
Bjs e um ótimo final de semana.
Adorei seu blog muito lindo

12:43 da manhã  
Blogger Senhora das Aguas disse...

come back, NOW!!! beijos

1:15 da tarde  
Blogger a rasar o ceu disse...

olha __________já tinha percebido!!!!!!



beijo.

3:39 da tarde  
Blogger Ant disse...

Chaparro alentejano? LOl
Perto de Cambridge, digamos...
Voltar... well... ainda tenho uns dias.

3:50 da tarde  
Blogger Peter disse...

Aproveita bem.

10:43 da tarde  
Blogger Choninha disse...

Desperto?
Nunca ausente!?
O instante é sempre repentino, ou não?
Também desperto no limite.
No olhar que deixo entrar.

Valham-nos os campos, semeados ou não...

12:19 da manhã  
Blogger herético disse...

a tensão no limite do olhar. excelente. gostei mto. abraço

7:14 da tarde  
Blogger Mendes Ferreira disse...

nunca ausente?



jura!




beijo.

2:50 da tarde  
Blogger vida de vidro disse...

E isso é viver, "sempre desperto, nunca ausente." :)**

5:05 da tarde  
Blogger Cris disse...

Por vezes tem de ser assim, deixar entrar...

Bjos e bom Wk

Cris

2:35 da tarde  
Blogger K471 disse...

Ant, manda-me um soprinho, um alento desse lado do oceano...

2:31 da tarde  
Blogger Isabel disse...

Acho que tambem é assim o meu olhar.
Sempre desperto, nunca ausente mesmo quando parece estar.
Adorei o teu post. tem o ritmo do bater do teu coração.

Isabel

6:24 da tarde  
Blogger as velas ardem ate ao fim disse...

Ainda em Londres???

Ai que me matas de saudades ...a cidade...EHEHEH!

Bjinhos

9:19 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial