terça-feira, outubro 17, 2006

Alma dorida…












Porque partiste definitivamente.
Fim de ciclo.
Viagem irreversível.
Jamais ausente,
Jamais tangível.

Na dor, os passos arrastados.
As lágrimas.
Sem som.
Mutilados.
Sem tom.

E a alma dorida de tanto pesar
Procura-te no sono profundo
Mão no oceano imenso
A cavar, a sangrar.

Dormes, pois, repousas.
Enfim, para lá do limite,
Feliz, talvez.


(Foto: Ant)

14 Comentários:

Blogger Jotabê disse...

Paz na sua Alma.

Abraço Amigo.

9:07 da manhã  
Blogger Tere disse...

Um beijo no coração Miminho!!!
BEijos

10:00 da manhã  
Blogger as velas ardem ate ao fim disse...

Está na tua altura amigo tb de ser feliz!

bjinhos

10:58 da manhã  
Blogger MARTA disse...

Talvez mesmo lá no limite se seja feliz.........
Aqui, por vezes duvido....
Gostei da foto.
Beijos e abraços
Marta

11:43 da manhã  
Blogger Senhora das Aguas disse...

beijo na testa.

1:01 da tarde  
Blogger Teresa Durães disse...

quando um ciclo acaba, outro começa. é duro. mas é assim.

4:01 da tarde  
Blogger sónia disse...

"alma dorida"?
..um pedaço de gelo e uns beijinhos e isso passa já já.....

4:52 da tarde  
Blogger Caçadora_de_sonhos disse...

Que tristinho !
Uma beijoca para animar

6:15 da tarde  
Blogger Tita disse...

Caro Ant:
Lê estas palavras que encontrei não sei onde, e que guardei para ler sempre que sinto saudades da minha Mãe.
"Passei apenas para o quarto ao lado. Eu sou eu, tu és tu; o que éramos um para o outro sê-lo-emos sempre. Chama-me pelo nome com que sempre me chamaste. Fala-me como sempre o fizeste. Não uses um tom de voz diferente. Não ponhas um ar solene ou triste. Continua a rir do que nos fazia rir. Reza, sorri, pensa em mim. Que o meu nome seja pronunciado em casa como sempre foi, sem qualquer tipo de enfâse, sem traço de sombra. A vida significa tudo o que sempre significou. É o que sempre foi. O fio não foi cortado. Porque deveria estar fora do teu pensamento apenas porque estou fora da tua vista? Espero por ti. Não estou longe, apenas do outro lado do caminho. Vês, tudo está bem. O Amor Não Desaparece Nunca."
Um beijo.
Miguita do Andar de Cima.

12:00 da tarde  
Anonymous kikas disse...

Pois, quando chegamos ao fim é definitivo, não há volta a dar.

9:37 da manhã  
Blogger LUA disse...

Momentos a que ninguém fica indiferente...

Beijinho

4:29 da tarde  
Blogger Ana Luar disse...

Em paz .... talvez....

5:43 da tarde  
Blogger estrela do mar disse...

Que giro... tenta ser feliz...
bonita foto...
já tenho 2posts novos...
bjs

6:59 da tarde  
Blogger _aifos_ disse...

"Feliz, talvez" e é essa incerteza que dói ainda mais, não é?

12:28 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial