terça-feira, setembro 12, 2006

Saudades











Dizias-me tu, amor,
Que havíamos de estar juntos para sempre
Dizia-te eu, amor,
Que iríamos ser amantes para sempre

E então?
A magia esgotou-se no excesso?


Que laço foi quebrado?

Que espaço devassado?

Fica o sabor de lábios mordidos
A fadiga de corpos fundidos

No limite,
Pensa, amor, que tivemos
O que um dia quisemos.

“What if there was no lie
Nothing wrong, nothing right

What if I got it wrong
And no poem or song
Could put right what I got wrong
Or make you feel I belong

Every step that you take
Could be your biggest mistake
It could bend or it could break
That's the risk that you take”

(Cold Play - in "What If?")

(Foto: Despojos de um voo... - MariaAvelino)

12 Comentários:

Blogger Luna disse...

Por vezes as trocas de amor que juramos para sempre, não aguentam o peso do mundo
beijos

9:01 da tarde  
Blogger Teresa Durães disse...

ah... o teu comentário lá no Voando não tinha nada a ver com o meu post... lolololol

coincidências? ahahahah

Afinal não dura para sempre?

(aqui parece mesmo que não...)

boa noite.

eu só perguntei se existia...eheheh

é do outono

10:12 da tarde  
Blogger herético disse...

... e que escreve (vive) assim, nada fica a dever à vida!

abraços

12:16 da manhã  
Blogger Tere disse...

Meu anjo, o para sempre não dura a eternidade, mas sim o tempo suficiente para saber que não durou nada!!
BJokas

9:35 da manhã  
Blogger MARTA disse...

Lindo, Ant!
Vibrante como sempre!
Beijos e abraços
Marta

9:52 da manhã  
Blogger Caiê disse...

Olha! Tu também? ... Isto anda tudo assim... :(

12:21 da tarde  
Blogger Vampiria disse...

ehehehe, voltamos a literatura...

1:56 da tarde  
Blogger sónia disse...

apetece dizer:
What If...se te calasses e me desses um beijo!?...eu de certo que te mordia os lábios - não dá para resistir.......
....quase parece que te conheço....
lolol

2:21 da tarde  
Blogger Vampiria disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

4:24 da tarde  
Blogger as velas ardem ate ao fim disse...

Pois é ...podem ser Saudades...mas são das uas vivências e essas ninguem te as tira.

Lembraste da N.conversa no sabado...ora ai está...
a musica tb me falaste dela...

Vais ver que os dias maus vão passar...Eu estou por ti!

Abraço apertadinho.

6:28 da tarde  
Blogger andre rodrigues disse...

Longe mas nunca desaparecido meu caro... deixo-te aquele abraço que bem sabes e a certeza de que foi um prazer voltar aqui.
Espero que a partir de agora com mais regularidade ;)

12:02 da manhã  
Blogger a rasar o ceu disse...

saudade.





beijo.




estás bem?



isa.

5:03 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial