quinta-feira, julho 27, 2006

Vitimizar…










Guerra, palavra do medo e do horror.
Magoam-me as lágrimas pela morte e pela separação.

Mãe…?... Onde estás…?
Estou no limbo entre a vida e a morte, sem saber qual desejo.

Agora estamos sós, todos nós, porque não sabemos como parar esta representação da qual somos personagens principais, remetidas para o fundo do plano.


(Foto: www.bonde.com.br)

16 Comentários:

Blogger MARTA disse...

Estamos mesmo no limbo...
E a sensação não é nada agradável...
Vim só desejar boa noite.
Beijos e abraços
Marta

9:45 da tarde  
Blogger Sea disse...

sinceramente, já n tenho c... p este assunto.
Beijo

8:44 da manhã  
Blogger kikas disse...

Pois...isto já é tema que nem merece a pena falar sobre ele, alem de nada modificar-mos e de ficarmos com a consciencia de impotencia, chega o que se ve todos os dias em noticiarios.
Fica bem

11:09 da manhã  
Blogger Sandra disse...

E que tal se falassemos de algo mais alegre?!
Amigos vamos mudar?

Beijos

12:13 da tarde  
Blogger Tere disse...

Miminho vou embora hoje, até à volta... bjokas muito grandes

12:53 da tarde  
Blogger herético disse...

belo e terrível! e de grande sensibilidade. um abraço

6:21 da tarde  
Blogger winterdarkness disse...

Tantos inocentes a morrer e tantos a sofrer em nome de quê?

4:19 da tarde  
Blogger Heloisa B.P disse...

"Guerra, palavra do medo e do horror.
Magoam-me as lágrimas pela morte e pela separação.

Mãe…?... Onde estás…?
Estou no limbo entre a vida e a morte, sem saber qual desejo"
.............................
Mais palavras (minhas) para que????
TUDO AQUI* ESTA'! so' falata o "milagre" que faca os homens deixarem de ser predadores da Sua propria especie_e... nao so!

Fica um abraco!
Por razoes de saude continuo ausente!

Fique em Paz e saude.
heloisa.
***********

7:06 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Qualquer guerra é brutal e sem sentido.

10:32 da tarde  
Blogger Luna disse...

Não entendo, não aceito que outros seres " humanos" destruam tantas vidas
beijocas

10:49 da tarde  
Blogger geno disse...

guerras...

http://topfloorbottombuzzer.blogspot.com/2006/07/it-is-time-for-new-middle-east.html

3:09 da tarde  
Blogger Teresa Durães disse...

voando por aqui rapaidamente.

no limbo estamos sempre, mesmo sem guerra.

um dia apercebemo-nos disso.

nao tenho assistido à tv.

apercebi-me de uma coisa um dia, errado ou não. a minha participação nas guerras distantes é nula. ver por ver na tv é aumentar a sensação de inutilidade. deixei de ver.

fica bem

7:53 da tarde  
Blogger Meia Lua disse...

Somos simplesmente os marionetes de quem gosta de jogar com o poder e o dinheiro... infelizmente enquanto somos os peões...

8:07 da tarde  
Blogger Ana Luar disse...

Com a inteligência distinguimos o justo do injusto.
A inteligência ensina-nos
Que todos os homens têm direito ao seu chão,
À sua pátria
E à liberdade de governar a sua vida.
Nenhuma força é capaz de apagar a injustiça
E de domar o injustiçado
O caminho da paz é o entendimento,
Jamais a imposição e o terror.

6:10 da tarde  
Blogger VEM SONHAR COMIGO disse...

A guerra é dura .Já vivi uma ,perdi tudo....E o que mais adorava:a minha terra,as minhas raízes.Senti e sinto o malefício da guerra.Recolheres obrigatórios,tiros de metralhadoras,sons de morteiros toda a noite...Até fui ensinada como sobreviver numa situação de surpresa(cheguei estar escondida entre dois muros porque estava debaixo de fogo).Não ,não chorei,porque sei que seria a minha morte!Tinha 11 anos!
Ainda hoje não consigo ver um filme de guerra...E quando fui ensinada a encher o carregador de uma automática,e como usá-la em extrema necessidade?...Tinha 11 anos...

Mas lá vai...Continuo a ter o Sonho de rever a minha terra!

Doceando

11:28 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Keep up the good work
http://www.accutanesideaffect.info/texas-hold-em-books.html

3:34 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial