sexta-feira, julho 21, 2006

Dar e receber...

Poderemos ou deveremos passar pela vida inócuos, transparentes ou envoltos numa nuvem que nos encobre e nos protege?
Pensamos que podemos viver independentemente dos outros, longe das influências nefastas do sofrimento do próximo, sobretudo se este é um filho da puta que passa o tempo a lixar-nos e a tentar ver-nos infelizes.
Acreditamos que, bebendo umas canecas, abanando o esqueleto, melhor ou pior, conforme as pernas e as costas o vão permitindo, o mundo nos passa ao lado.

Sonhamos com um amor, perfeito, aquele que nos preenche a existência.
Esquecemos o amor incondicional que movimenta a vida.
E assim, usamos o nosso parceiro, o eleito, enquanto companhia, ajuda para preencher formulários, limpar a sanita e essas coisas assim.
E lá longe, muito longe de nós, está aquele que desconhecemos, aquele que detestamos, o que nos é indiferente.

Acredito que, abertos a alma e o coração, olharemos para esse “próximo”, pelo menos, através dos seus olhos.
Vamos assimilá-lo na família dos nossos afectos, plenamente, na sua totalidade imperfeita, como nós.

Viver a vida é mais que passar pela vida ou deixar que ela passe por nós.

Bem sei que isso era dantes, quando Teresa de Calcutá por aí andava. Isto para não recuar muito no tempo...

A verdade é que esta plenitude, apenas ao alcance de alguns, implica um novo conceito de vida, de amor e de felicidade.
Implica que o último perfume pode esperar, o novo portátil (a propósito, estou a precisar de um e não tenho dinheiro, portanto estejam à vontade), o novo automóvel, podem passar a prioridades de segunda ordem.

Afinal a única coisa que vai passando de moda é mesmo o “All You Need Is Love”, em português “Não Precisas Mais Que Amor”.

... e coragem para isto... dasssss...


Vou ali dar uma marretada no filho da puta que passa a vida a sarnar-me a carola... e já volto.

16 Comentários:

Blogger Ant disse...

Curiosamente recebi um email de um amigo dando conta que hoje é o dia do amigo.
Lamantavelmente por questões de ordem logística não vou poder visitar-vos.
Bom dia Amigos.

3:07 da manhã  
Blogger Tere disse...

Olá amigo... sinto a tua falta lá em casa!!! Os teus comentários são um alento (ou não hahahaha)
BJokas gorditas

10:45 da manhã  
Blogger Sandra disse...

Olá! Adorei...

Beijinhos

11:31 da manhã  
Blogger Sea disse...

Já foste?

2:00 da tarde  
Blogger MARTA disse...

Ok, realmente perdemos tempo com ninharias e não damos o devido valor ao que temos, ao que nos faz feliz.
Espero que já tenhas conseguido resolver o problema do PC - o meu também é uma desgraça - e passa lá pelo meu blog.
Beijos e abraços
Marta

P.S.: Não vale "espreitar"!!!!!!

2:04 da tarde  
Blogger Teresa Durães disse...

eheheheh

Viver a vida é mesmo viver a vida com tudo o que implica

Visitar o amigo e dar a tal marretada!!!!!

(e a cerveja pelo caminho, a'tão não???)

Bom fim de semana e vive a vida!!!!

Intensamente,
Contra o absurdo
E sempre no amor!

2:29 da tarde  
Blogger BÓLICE disse...

Ó Méne tu não desmoralizes, pÁ! Que há sempre uma saída p'ra tudo...lol... e digo-Te: tiveste uma ganda saída do texto do post. Tem a franca natureza humana. Se fores consciente disso tu acabas por ser um dos nossos. Daqueles que não gosta de ser chateado, não gosta de ter conflitos, mas... lá muito de vez em quando salta a mola e lá vai uma trancada na espinha de quem for que te fez saltar a tampa... um ABRÇ e beberei uma à tua saúde lá por baixo. Está descansado e curte... intÉ =D

3:17 da tarde  
Blogger kikas disse...

Bom já deste a marrotada? mais um FP que levou uma ;)
O teu texto esta 5 estrelas e assino por baixo, embora tenho que concordar que não é facil viver a vida, mas se a deixar-mos passar é tao mais facil....
Bom fim de semana

3:21 da tarde  
Blogger Teresa Durães disse...

(mas isto está tão sério!!!!)
oh Ant!!!!

Hoje é sexta!!!!
Hoje é sexta!!!!
Hoje é sexta!!!!
Hoje é sexta!!!!
Hoje é sexta!!!!

E à noite, lá terá de ser a santa cowboidada!!!!!

ehehehehhehehehheeh

Ah!!!! Nada como viver!!!!!

5:09 da tarde  
Blogger Frioleiras disse...

irónicos e ao mesmo tempo com humor, os teus "post"...

9:21 da manhã  
Blogger Caçadora_de_sonhos disse...

Mesmo vivendo a vida, ela passa por nós...como um rio.
Mas, o importante é estar vivo e viver, aproveitando todos os momentos que ela nos proporciona....bons ou maus.
Bom fim-de-semana....e férias??? (não te tenho visto)

12:36 da tarde  
Blogger Meia Lua disse...

O que descreves neste texto tão verdadeiro é o desabafo do que vemos e infelizmente vivemos, ás vezes nas nossas vidas, outras vezes nas vidas alheias... Todos temos os nossos momentos de cruéis verdades e dias de não posso mais... Esta semana para mim tb foi assim... como não podia mais lutar contra tudo e todos, lembrei-me de sorrir dos meus infortúnios e a carga ficou mais leve... Quanto ao amor, ainda acredito que deva existir. O que eu quero para mim e para os outros é o verdadeiro, não o da conveniência ou o das aparências, este sei que eu e tu dispensamos!!! Que o teu fim de semana seja muito mais alegre :) bjinhos

8:47 da tarde  
Blogger Teresa Durães disse...

(espero que estejas a festejar o dia do amigo - nem sabia que tal coisa existia!!!! ehehehehehh pensava que durava 365 dias e por vezes 366 dias!)

4:44 da manhã  
Blogger herético disse...

... "ame, pois, Vossa Alteza e deixe correr o Mundo!" - Ramalho Ortigão - in "As Farpas"

abraços

11:33 da manhã  
Anonymous a madeirense louca disse...

Olá lobo...
Só para mandar-te um beijo...
A madeirense anda em florestas estranhas...

12:44 da tarde  
Blogger VEM SONHAR COMIGO disse...

Se há algo que nunca acaba ,esse algo é o AMOR.Nunca passará de moda!
Gostei das tuas palavras,têm um toque aveludado do Budismo...Adorei.És bom!

Doceando

11:42 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial