sábado, março 11, 2006

Sombras







Sombras
São sombras por que me apaixono.
Vultos distantes etéreos
Sombras, afinal.

Perco-me em ti
Que és uma distância
Que não posso percorrer
Perco-me em ti
Devaneio que não posso visionar
Onda em que não posso mergulhar
Caminho que não posso caminhar

Sombras
São sombras as palavras
Que sussurro em segredo
Para não me perder
E ser teu escravo.

7 Comentários:

Blogger Maheve disse...

Já me apaixonei por uma sombra, por tudo o que escrevia e por sua bela voz. Infelizmente...Era apenas uma sombra.

Bjo carinhoso e bom domingo

2:32 da manhã  
Blogger LagriSangMort disse...

...as sombras sao como as pessoas...apenas reflexos...
***

1:25 da tarde  
Blogger Caiê disse...

Que alegoria da caverna esta em que te enrodilhas quando te apaixonas...

8:27 da tarde  
Blogger winterdarkness disse...

Acho que começo a perceber melhor o que me querias dizer... Kiss

11:44 da tarde  
Blogger Legionaria disse...

Sombras...costumama vir aliadas ao obscuro, ainda nao entendi porquê, todos temos...um beijo :)

11:05 da manhã  
Blogger Ant disse...

Huumm... então está bem...

2:59 da manhã  
Blogger Sol disse...

Palavras escondidas
em recantos nossos...

;)*

12:41 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial