sexta-feira, dezembro 09, 2005

Crime (s)

Há 25 anos recebi a notícia como um murro no estômago. Não consegui conter as lágrimas.
No dia anterior, 8 de Dezembro, John Lennon tinha sido assassinado à porta de casa por um tresloucado que se achava paladino de uma qualquer causa, transmitida por uma qualquer voz directamente para a sua cabeça.
Ainda tinha o “Double Fantasy”, último álbum editado com vida - primeiro depois de um silêncio assumido -, quase novo no gira discos.
John, independentemente da estética musical (uns gostam outros não) foi, concorde-se ou não com as suas posições, um activista. Incomodou, chocou, influenciou. Não ficou no cantinho da fama a fazer canções de amor e ódio. Veio para a rua expor convicções, apontar o dedo.
Em parte, devo-lhe ter optado pela Objecção de Consciência, em vez de ir brincar aos tirinhos para um quartel qualquer.

Antes dele e depois dele houve e há todos os dias mortes hediondas.
Como o meu primo João, assassinado pelos dealers que lhe levaram a seringa à desintoxicação e que ele utilizou para acabar com a vida e sofrimento, numa casa de banho, agulha espetada na cabeça.
Como todos os putos, pais, mães e irmãos que todos os dias morrem e vêem morrer, por causa de causas que não o são na verdade.
Como os que morrem em cadeiras eléctricas, na forca ou carreira de tiro, num acto privado/público, em nome de uma justiça que nem sempre (quase nunca) é justa.
Não. Não acredito na pena de morte. Seja ela legitimada por uma qualquer ideologia ou justificada por uma sociedade que vai criando monstros atrás de monstros, numa linha de montagem perversa que nos alimenta os medos do lobo mau.
Muitas vezes não consigo conter as lágrimas.

O facto de ainda hoje milhares de pessoas cantarem “Give Peace a Chance”, comprova que a mensagem, difícil e, fantástico(!), provocadora, ainda faz sentido.


John, onde quer que estejas, espero que ainda acredites que um dia destes o Amor e a Paz ainda terão a sua oportunidade.

4 Comentários:

Blogger lazuli disse...

Everybody is talking about blagism
Shagism, dragism and madism
Ragism and tagism bob tailing
Thisism, thatism, ism, ism, ism
George Chisolm, yes

All we are saying
Is give peace a chance
All we are saying
Is give peace a chance

Everybody's talking about ministers
Sinisters, banisters, canisters
Roger Bannisters, bishops, bishops
Bishop Auckland, rabbis, Popeyes, bye-byes
Max Bygraves and everybody else

All we are saying
Is give peace a chance
All we are saying
Is give peace a chance

Everybody's talking about revolution
Evolution, The Everly Brothers, mastication
Euston Station, fladulation, flatulation
Regulations, integration, mediation
United Nations, congratulations

All we are saying
Is give peace a chance
All we are saying
Is give peace a chance

Everybody in the Soviet Union, unite
Go down to the shops and talk about John and Yoko
Timothy Leary, Barbara Windsor, Yoko Ono, Madonna
Bobby Dylan, Bobby Charlton, Eddie Charlton
Tommy Cooper and the Amazing Horseradish Dancers
Derek Baker, Norman Mailer, Alan Ginsberg and the Hare Krishna Three

All we are saying
Is give peace a chance
All we are saying
Is give peace a chance

Everybody's talking about gagism, tagism
Shagism, dragism, madism
Ragism, tagism, botulism, thisism, thatism
Listen to this

Everybody's talking about ministers
Sinisters, banisters, canisters
Bishops, bishops, Bishop's Avenue
Why not talk about Bishop's Avenue
I've got a lovely house on Bishop's Avenue

Everybody's talking about Popeye, Olive Oyl
Everybody, everybody, everybody, Mrs. Jean Schnook
Twenty Three Chepstow Villas
Because they are the next contestant on "Make a B-Side"

All we are saying
Is give peace a chance
All we are saying
Is give peace a chance

Um abraço...

4:12 da manhã  
Blogger Maria do Céu Costa disse...

Uma homenagem bonita, este seu post.
Beijinhos.

http://maisquepalavras.blogs.sapo.pt

9:38 da tarde  
Blogger lazuli disse...

um abraço..e até logo.

2:46 da manhã  
Blogger Maheve disse...

Considero a musica 'Imagine'como um hino que deveria ser cantado e lembrado sempre.

2:08 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial